Mãe e o silêncio

 
 
Minha mãe sempre me disse que a melhor resposta é o silêncio.
Por vezes acreditei que aquilo que ela falava era um grande ato de fraqueza e covardia.
Que não tinha forças para gritar, então preferia se calar.
Onde já se viu ficar calado quando as pessoas estão falando mal de você ou gritando e te acusando de coisas horríveis?
 
– Há que se lutar, mãe, gritar de volta! Só assim as pessoas vão te respeitar!
 
Como eu era inocente…

As pessoas não respeitam aos que gritam, por isso minha mãe, na maioria das vezes, se calava.
Porque é difícil se calar diante de inverdades e injustiças.
É doloroso ver os pensamentos errôneos das pessoas a seu respeito.
Terrivelmente injusto ser julgado.
 
Mas pior do que gritar de volta, é julgar,
Hoje eu entendo que minha mãe sentia (e ainda sente) pena das pessoas de mentes tão pequenas que saem atirando pedras para todos os lados.
Que saem derrubando e jogando sua culpa no ombro do outros, pois é mais fácil viver nessa ilusão.
 
Agora eu entendo o quanto minha mãe foi (e é) forte por se calar diante de tantas situações que a dilaceravam por dentro.
Que cortavam seu coração em pequenos cacos.
Que deixava sua mente em frangalhos e os olhos marejados.
 
Minha mãe se cala diante da ignorância com tamanha sabedoria, que me enche de orgulho.
Que me faz querer ser como ela.
A pessoa que eu mais respeito e admiro na vida, por tamanha força.
E ela nunca precisou gritar comigo para isso.
 
Na verdade ela se calava e assistia.
Fazia uma carícia e observava.
Orientava e olhava.
Mas jamais gritava.
 
Se alguém espera que você grite, apenas se silencie.
Respeite a si mesmo e os outros te respeitarão.

 

Comments

comments

Previous Post Next Post

You Might Also Like

No Comments