Love yourself

 

Quando mais nova, eu acreditava que era invencível, que sozinha eu podia contra tudo e todos, que o mundo era meu, e só meu, que eu deveria fazer tudo sozinha no meu mundo.

Eu não queria mais ninguém nele.
Alguns anos depois, eu não queria que o mundo fosse só meu, eu queria um mundo pra dividir, mas falar isso era tão difícil, aceitar a ideia de “precisar” de alguém era absurda para aquela garota que era independente de todos.
E, pensando bem, precisar de alguém me parecia tão errado…


Hoje, eu sei que posso tudo sozinha, que me conhecer e enfrentar meus preconceitos com meus sentimentos e superá-los, pode me fazer crescer e seguir por muito tempo no meu mundo egoísta, mas a diferença é que eu não quero ter que fazer tudo sozinha. 
Eu não preciso ser só para vencer este mundo.

Por opção, percebi que posso seguir com algumas pessoas ao meu lado, e não porque eu acredito precisar delas, mas porque eu as escolhi para estarem ao meu lado, de mãos dadas.
E não importam a distância e o tempo, basta esticarmos um pouquinho nossas mãos, que elas vão se tocar.

Escolha seguir em um mundo com pessoas junto a você, pessoas que te fazem bem e que estão contigo porque te escolheram também.
Escolha, menina, mas não dependa disso.
Dependa apenas de si mesma.

Seja a sua primeira escolha, mas não a única!
😊

Comments

comments

Previous Post Next Post

You Might Also Like

No Comments