O grito do seu silêncio

 

Vivo perturbada pelo silêncio.
Um silêncio que grita em meus sonhos,
Grita e me acorda no meio da noite.
Mas há só o silêncio.
 
Talvez seja esse o problema.
Não há sua voz por aqui,

Não ouço seu sussurro ao telefone no meio da noite.

 

Não há barulhos do seu videogame ou fios jogados pela casa.
O celular não toca mais com suas mensagens de “bom dia, amor”.
 
Por mais que eu busque, não consigo encontrar algo que soe mais alto que o seu silêncio.
Por mais que eu grite no vazio dessa casa, nada supera a voz do seu silêncio.
Por mais que o sistema de som esteja em seu último volume nas festas sem você,
O seu silêncio estoura meus ouvidos.
 
A única coisa que consegue abafar o seu silêncio, é a lua.
 
Ela me lembra o exato tom da sua voz grave, do seu rosto perfeito,
Da luz que você emanava em mim enquanto estávamos juntos.
 
Antes de você parar de atender as minhas ligações,
Antes de você parar de bater à minha porta.
 
Os silêncios eram reconfortantes antes de você se calar.
Era meu momento de calmaria para pensar em quão sortuda eu era por ter em você minha paz.
 
Hoje o silêncio só faz machucar, pois ele não me aquieta mais,
Ele grita, grita tão alto que não consigo ouvir mais nada.
 
Não ouço os conselhos ou consolos das amigas,
Só ouço gritos em alto e bom som da minha dor.
 
Apesar de não ouvir mais de você,
Seu silêncio me envia notícias constantemente.
A má notícia de que tudo acabou.
 
Gostaria que, pelo menos, você tivesse mandado este recado,
Em vez de silenciar a sua voz.


Voz que segue gritando estrondosos silêncios em minha mente.

Comments

comments

Previous Post Next Post

You Might Also Like

No Comments