Ela não é um conto de fadas


Há um tempo ela não sabia suas qualidades. 

Ah, que garotinha tola.
 
Mal sabia ela que era dona do mundo. 
Mal sabia ela que em um reino não tão distante ela havia queimado o dragão da torre mais alta em que ela estava. 
Ela é a própria narradora da sua história, a heroína dela mesma, e olha só, faz o
próprio desfecho.


Havia beijado um sapo, e pasmem, ficou triste quando descobriu que ele era apenas um príncipe. 
Havia adormecido e acordado por si mesma, porque ela não precisa de ninguém para levantar. 
 
Mal sabia ela que a fragilidade a qual ela foi submetida não havia dentro dela.
Ela é forte. 
Mais forte do que pode imaginar. 
 
Muito exigente para ser “feliz para sempre”. 
Mas bastante esperta para ser infeliz por muito tempo. 
 
Aliás, quão meio termo é essa garota. 
A cada dia que passa com ela você descobre que tem mais coisas para conhecer. 
 
Ela é intensa, bipolar e eterna.
Ela não veio para esse mundo deixar descendentes, nem herança, muito menos falsidade. 
Veio para deixar lembranças, saudades…. 
 
Sabe o por quê tá nessa, sabe por quê entrou, e sabe muito mais, como sair. 
Ela sabe muito bem que decepção não mata. 
Se ela até agora enfrentou todas as dores, me diga o porque ela não superaria os amores? 
 
“…e viveu inconstante para sempre.”

Por: Giovana

Comments

comments

Previous Post Next Post

You Might Also Like

No Comments