Contos e Crônicas

Ela foi ser livre sem ele

 

beach-free-freedom-girl-Favim.com-3414774

Tê-lo mandado embora foi como respirar novamente, depois de se afogar em águas sujas e espessas,
Foi como fogos de artifício, brilhando em meio a fumaça que ele deixou ao seu redor,
Como soltar balões em dias ensolarados.

Quando ele saiu pela porta, foi como se ela tivesse se despido de toda a armadura que se viu obrigada a usar, para se proteger dele.
Parecia que ela estava conhecendo as cores pela primeira vez,
Dissipando toda a neblina que a permitia apenas enxergar em preto e branco.

A sensação de assistir ao pôr do sol, depois de tanto tempo, pois ele achava aquela obsessão dela pelo fim do dia ridícula, foi indescritível.
Lágrimas de alegria brotavam dos seus olhos, após tanto tempo.
Olhos que não conheciam mais emoções,
Não de alegria, também não de tristeza.

Ela sentiu a água do mar bater em seus pés, fechou os olhos e abriu os braços.
Sentia saudades de abraçar o mundo com sua grandeza,
Grandeza que ele fez questão de diminuir ao longo dos anos.

Sentiu o cheiro da água salgada e respirou fundo.
Foi como se ar dos seus pulmões estivessem sendo renovados,
Retirando toda a fumaça negra deixada por ele, trocando por um ar colorido e limpo.

Ela não se afogaria novamente,
Não se deixaria sufocar por um outro alguém.

Tudo o que ela queria era ser livre….

Comments

comments

You Might Also Like

No Comments

Comente