Contos e Crônicas Não categorizado

Confusão de idas e vindas

0c5a0e16ab979fb227a8749080b9345f

A saudade sussurra no ouvido.
O coração dispara e repara em velhos sentimentos.
A lembrança vêm à tona com a sutileza de uma bomba.

– Confronta!
Minha razão mandava.
Meu coração só amedrontava.
E recuava.
A cada passo de um andar conhecido e um gingado metido de quem sabe ser dona da situação.

O olho refletia na lagrima o que eu não sabia lidar.
A boca trêmula de batom vermelho tentava falar.
Imaginei mil diálogos no espaço de 1 segundo.
Tudo que ela disse naufragou como um navio que cai ao fundo.

“Eu te amo”.

Desconstruiu meus planos.
Meus prédios e minha pose.
Toda a cidade que funcionava agora deu blackout.
O que fazer?
Um abraço e um por quê?

Eu merecia um por quê.
Por que agora.
Por que a demora.
Por que a senhora.

Ela não saberia responder.
Nunca me respondeu nenhuma pergunta de qualquer forma.
Já tava acostumando.
Mas o costume me cansou.
Beijei o último beijo.
A lágrima sequer chorou.

Comments

comments

You Might Also Like

No Comments

Comente