Não categorizado

TAG #ILoveMyBlog: Como tudo começou

 Oi gentchy!!!!

Bom, como hoje é domingo, dia mundial da preguiça e da bad, hoje não vou postar texto meu, porque resolvi responder uma tag criada pelo blog Papos de Estrelas, que vi no blog Brincando de Escritora.
Adorei as perguntas e muitas pessoas já me perguntaram como aconteceu o blog, como comecei a escrever e etc., então responder uma tag sobre esse assunto facilita a vida de todo mundo e é um jeito legal de vocês saberem mais sobre mim.

E já vou marcando quatro blogs que quero muito saber a história:
1) Mundo Irreal
2) Duzentas Linhas
3) Roteirando Romances
4) Sobre Tudo Que Passa

tag

1) O que lhe incentivou a ter um blog?

Bom, como eu escrevo desde sempre (desde que ganhei um concurso de poesia aos 10 anos e fui apresentá-la em um recital no teatro mais elegantezinho da cidade) e a escrita foi ficando cada vez mais intensa de acordo com as decepções amorosas e os momentos difíceis que passava em casa ou com as amigas, eu já havia criado vários blogs, mas não conseguia mantê-los atualizados com meus textos, pois preferia escrever em papeis e em momentos inapropriados. Mas em maio de 2015, depois de finalizar meu TCC, passar na OAB e no semestre e não ter mais nada para fazer, a vontade de ter um blog ressurgiu e foi e é o que me mantém sã até hoje. Criei um perfil no blogspot (acho que era gypsyheart o usuário), uma amiga se juntou a mim, a Débora que, inclusive, me ajudou com o atual nome do blog, mas por razões pessoais, quase não escreve mais aqui e eu sinto muita falta dos seus textos, enfim…. Com o tempo, quis que ficasse tudo bonitinho, passei a pesquisar templates pra ajudar e tudo mais, mas não foi até passar para a seletiva dos blogs Isabela Freitas e Escritos Meus, que me dei conta de que tinha um real potencial para escrever e crescer. Então (nós = Rafael e eu) resolvemos tornar o blog mais profissional, compramos o domínio do blog e mudamos para o wordpress, com um outro site hospedeiro e aqui está essa coisa linda.

2) Qual a importância do blog para você?

No momento, o blog tem sido minha vida. Eu acordo todos os dias, tomo meu café e já sento na frente do notebook pra trabalhar no blog, pesquisar ideias, ler emails e tentar ajudar as pessoas através dos meus textos e dos colaboradores. Basicamente, o blog tem sido minha vida nessa vida de recém-formada e se transformou em um trabalho que eu amo.

3) Quem te indicou a ter um blog?

Na verdade, ninguém. Como disse no item 01, eu sempre quis ter blogs, sempre tive, mas nunca consegui manter. Sempre foi uma vontade minha.

4) Quais são os assuntos do blog?

No início de tudo, o blog era mais como um diário pessoal, se tratava apenas de textos meus sobre relacionamentos de diversos tipos e desabafos. Logo em seguida entrou a Débora abordando alguns assuntos mais sérios, questionamentos e também como uma forma de diário. Com o tempo, pedia para um indivíduo que trabalha comigo no Escritos Meus, o Noyuke, escrever um texto aleatório pro blog sobre relacionamentos e aí ele se considerou colaborador e está aqui até hoje. Mais ou menos na mesma época eu conheci a Giovana, que também escreve sobre relacionamentos de forma única e aqui também está ela.
Mas eu acreditava que faltavam coisas a serem abordadas pelo blog, então entraram a Tyffany, falando sobre séries, a Duda, que aborda assuntos sociais e feministas, a Carina, que fala sobre livros.
Temos também algumas matérias especiais sobre filmes, histórias de pessoas conhecidas, temos o espaço onde o leitor conta sua história e eu a reconto de forma anônima e a parte em que qualquer leitor pode escrever para o blog, desde que o texto tenha as qualificações necessárias.
Ultimamente, além de relacionamentos, eu tenho falado sobre assuntos mais sérios, como solidão, anorexia, automutilação e alguns sintomas da depressão, o que pretendo continuar fazendo, pois são assuntos que, de certa forma, direta ou indiretamente me afeta. Seja com os meus problemas ou das minhas leitoras.
Acho que é sobre isso que se trata o blog.
Parece uma bagunça, mas é tudo muito organizado.

5) Como você se sentiu em ter seu primeiro comentário?

Lembro que eu estava no banheiro da faculdade quando o celular vibrou com esse comentário e eu comecei a rir sozinha sobre ele, já que a garota comentou “você escreve muito bem, você tem um livro?”. Quase morri nessa hora, de tanta felicidade.
Mas, até hoje, qualquer comentário que recebo nos blogs que escrevo, na página do blog ou em mensagens de inbox, são igualmente incríveis.
Cada uma é absurdamente especial e me motiva a continuar escrevendo.

6) Quantos comentários você tem ao todo no momento?

Bom, como eu migrei o blog do blogspot pro wordpress, eu não saberia dizer, pois muitos se perderam :/

7) Qual a meta deste ano para o seu blog?

Conquistar mais público, alcançar mais pessoas para que eu possa ajudá-las com minhas experiências e a partir das histórias e conselhos que elas me pedem. Também não nego a possibilidade de poder, através do blog, ser notada por marcas, editoras e realizar um sonho maior: viver e pagar minhas contas como escritora.

8) Até onde você deseja chegar com o blog?

Até onde ele quiser me levar com a minha dedicação.
O mais longe (IM)possível!!!!

Comments

comments

You Might Also Like

No Comments

Comente