Quando o chão se abrir abaixo dos seus pés…

 

As vezes, você pensa que acabou tudo, que não restam mais esperanças…
O chão começa a se abrir debaixo dos seus pés, mas, ainda assim, você se agarra a uma raiz, na esperança de que as coisas vão melhorar.
Você escala e consegue caminhar, pegar alguns atalhos para novos lugares, para longe daquilo que te prejudicou pela primeira vez.
Até pensa um pouco sobre os atalhos que tomou, mas eles não ficam na sua cabeça por muito tempo.

 
Depois de um tempo, quando você começa a andar ao redor de um novo terreno, pensando que, talvez, a terra esteja firme de novo, você se descobre afundando mais uma vez e, dessa vez, parece que não há nada a que você possa se agarrar.
As raízes ou algo que te mantenha a salvo parecem estar tão longe e o esforço pra chegar lá dói tanto e você já está tão cansada, que sua vontade é desistir, largar tudo pra lá e ser engolida por aquele chão…
Sumir junto com tudo…
 
Mas então você se lembra.
Lembra que existem pessoas que sempre estiveram com você, mesmo quando sua vontade era caminhar sobre terrenos perigoso, que te amam de verdade e que fariam de tudo pra te ver bem e, então, você reúne forças de todo esse amor e recomeça a sua escalada, em busca de terra firme, procurando novamente suas raízes, mas desta vez, pelo caminho certo, não desviando por atalhos cheios de areia movediça

Mas buscando realmente quem você é.

Comments

comments

Previous Post Next Post

You Might Also Like

No Comments