Não categorizado Superação

Tentei lutar por nós, mas sozinha eu não iria a nenhum lugar

38ee9a8c081ef40c71d8d3b5f4099c08

Me lembro dos dias que você habitava essa casa.
Eram dias coloridos, cheios de luz, em que nossas vidas brilhavam e colidiam juntas.
Éramos um e todos os meus amigos e família sabiam disso.
Sabiam que tínhamos nascido um pro outro.

O que eles não faziam ideia era que você nunca foi aquela luz toda, nunca foi nada do que era junto a mim.
E imagina como eu me sentia…
Honrada por ter conseguido te tirar daquela escuridão, te arrastar pra fora daquele bar em que você passava suas noites de lamentando pelos dias.

Ainda assim, apesar de todo nosso amor, nossas cores e luzes, nem tudo era perfeito.
Haviam momentos em que você se lembrava daquele passado sombrio e se tornava um alguém cheio de dores, de rancores e se achava indigno de mim, de nós.
Eu chorava,
Chorava porque não era verdade, chorava porque doía ver como você não conseguia se enxergar.
Você era todo o meu mundo e não conseguia enxergar a grandeza disso e, apesar de eu tentar, com todas as forças e amor, lutar contra seus dias sombrios, eles nos venciam, porque você não conseguia lutar.

De manhã, depois de todo o caos da noite, você voltava a ser meu,
Minha luz, meu ser colorido e não havia nem vestígios daquelas sombras.
E éramos felizes.
Juro que éramos.

Você me trazia café na cama, me dizia como eu era linda, mesmo com resquícios da bagunça da noite anterior.
Fazia questão de me levar para o trabalho, porque o seu só era mais tarde, e me fazia até sorrir no meio do caminho.
Ríamos juntos das suas piadas coloridas, que eu amava.

E então o ciclo retornava e o inferno recomeçava.
Você era, novamente, aquela pessoa que eu conheci nos fundos de um bar, enquanto sangrava por uma briga boba, uma briga para disfarçar sua dor e seus problemas.
Em uma dessas noites infernais eu descobri, me dei conta de que eu, sozinha, não conseguiria vencer os seus problemas.

Eu lutaria com você, e eu juro que tentei, mas essa luta não era só minha e você não queria lutar de nenhuma maneira: nem ao meu lado, nem sozinho.
Então eu tive que ir, não por uma opção feliz, mas porque eu precisa manter a minha sanidade. E não é como se eu estivesse jogando a toalha, porque eu tentei muito, mas sozinha eu não iria a lugar nenhum.
Foi com muito pesar que eu caminhei pra longe das cicatrizes que você deixou em mim, da dor que causou ao meu coração.

Espero ficar bem logo,
Espero que você fique bem logo,
E que possamos nos encontrar por aí…

Comments

comments

You Might Also Like

No Comments

Comente