Não categorizado

Sem um pedaço do coração

vg

Não sei definir um conceito para a morte, principalmente porque o impacto que ela tem sobre nós é muito maior do que se pode expressar com palavras. Independente da crença ou religião que cada um possui, ela nos golpeia e nos deixa no chão, ou melhor, sem chão. A morte é a certeza da ausência, da saudade e da dor. Mesmo quando temos a consciência de que talvez ela tenha sido a melhor solução, ainda somos afetados por seus efeitos, os quais permanecem presentes ainda que aprendamos a lidar com eles.

Não sei dizer o que a morte é. Não sei se é a vilã ou a mocinha, se é para o mal ou para o bem, se é o fim ou o recomeço, se é o inferno ou a redenção. Não sei se é o pior ou o melhor que se pode acontecer. Apenas sei que ela nos rouba. A morte nos rouba pessoas as quais não conseguimos nos imaginar sem, nos rouba pessoas preciosas, e junto com elas, leva parte do nosso coração.

Talvez por falta de sabedoria, nós que permanecemos vivos, ficamos nos questionando o porquê. Ás vezes ficamos revoltados, outras vezes ficamos perdidos, mas sempre com um buraco no peito. E infelizmente ninguém sabe como fechá-lo, porque talvez isso não seja possível.

Mas dizer que continuaremos sempre com um vazio em nós, não significa que não possamos continuar, que não possamos voltar a sorrir, ou que não possamos lidar com isso. Na medida certa, o luto é saudável, ele nos faz a viver a dor, o que é preciso para consigamos aprender a ser fortes. Devemos deixar que a dor nos ensine a nadar, e não que ela nos afunde. A ausência física de alguém, não destrói a presença espiritual.

Mesmo sendo um ladra ligeira, a morte não consegue nos roubar tudo. Ela não pode e nunca poderá nos tirar os momentos e as lembranças que estão guardados dentro de nós. Quando você ama alguém, fica no seu coração para sempre. Mesmo nos deixando sem chão, a morte não consegue nos tirar um sustento chamado amor. O amor nos faz continuar, o amor mantém a pessoa que se foi, viva dentro de nós e assim podemos viver por ela.

Como alguém que já sofreu algumas perdas, eu venho dizer para você que é possível conviver com a ausência, a saudade e a dor deixadas pela morte, é possível voltar a caminhar mesmo sem ter a certeza de qual rumo seguir.E essas coisas só são possíveis, porque de algum lugar a pessoa que se foi, nos fortalece, se torna a nossa luz guia e cuida de nós e de algum modo conseguimos sentir e ter a certeza disso.

Chore o quanto quiser, mas não se torture com isso, pois é algo que você não pode mudar. Se permita sentir a dor da perda, mas não deixe que isso te domine. Não tenha medo de ser fraco, pois é na sua fraqueza que encontrará sua força. Tente tirar a venda da dor e enxergar que o sol volta a nascer no outro dia, e que como ele, você também pode renascer.

Você não é obrigado a superar isso rapidamente, até porque eu recomendo que tire um tempo para refletir e para encontrar algum jeito de lidar com a situação. Tudo deve acontecer no seu tempo, mas saiba que o seu luto não pode durar para sempre, pois você ainda possui a dádiva da vida e vivê-la é a melhor maneira de homenagear a pessoa falecida.

Enquanto você se lembrar de quem se foi, esse alguém estará vivo neste mundo e no seu coração por meio de suas memórias, quando você se esquecer dele, ele se vai inteiramente e para sempre.

Comments

comments

You Might Also Like

No Comments

Comente