Contos e Crônicas Superação

Não esqueça, supere

 

Há algum tempo escrevi algo assim: “Esquecer não é a melhor decisão. Não devemos esquecer nada, nem as boas lembranças nem as ruins. Querendo ou não, nosso passado nos ajudou a ser quem somos. O essencial é superar. Porque, se você supera, não precisa esquecer, você pode lembrar porque aquilo não te afeta mais.” Mas, mesmo essas palavras tendo saído de mim, eu mesma não compreendia muito bem como fazer isso, talvez até hoje não compreenda totalmente, apenas saiba lidar melhor com as situações da vida.

Esquecimento. Você já se deu conta de que todo esse foco para esquecer algo é justamente o que te faz lembrar? Aliás, é possível forçar o esquecimento? Não. Com certeza, não de maneira saudável. As pessoas falam tanto de como gostariam de esquecer isso e aquilo e ironicamente se esquecem do quão triste é o esquecimento propriamente dito. Não ponderam a tristeza que é quando isso acontece por consequência de uma doença. Não levam em conta que suas lembranças são sua maior certeza, sejam elas como forem.

Uma vez, quando eu era pequena, lembro-me de ter dito aos meus pais que eu queria poder esquecer tudo, mas não havia me dado conta do que esse “tudo” significava. Eu simplesmente queria uma forma para lidar com a situação e, seguindo o senso comum, achei que o melhor jeito era esquecer. Assustados com o meu desejo, meus pais me pediram para nunca mais dizer aquilo e me explicaram que ele faria com que eu me esquecesse de cada pedacinho da minha vida, e não somente as coisas ruins. Esquecer tudo seria não me lembrar da minha história, da minha família, dos meus amigos e de mim mesma.

Quantas vezes dizemos que queremos esquecer tudo? Quantas vezes desejamos que nossas lembranças se percam? O que é irônico porque, quando nos esquecemos de algo que não queríamos, aquilo nos incomoda, ficamos bitolados tentando lembrar o que era. É incômoda a sensação de “estou esquecendo algo” e ainda assim almejamos o tão famoso esquecimento.

Você pode me dizer que quer esquecer apenas as coisas ruins. Mas já pensou que, se isso acontecer, todo o aprendizado e amadurecimento adquiridos em um momento ruim também se vão? Eu sei que existem lembranças cinzas as quais parecem que nos assombrarão por toda a vida, mas acredite, apesar delas, você pode pintar o mundo com as cores que quiser. E, para fazer isso, basta superar.

Superação. Sinônimo de vitória e triunfo. Triunfo de não ser dominado pela obsessão do esquecimento. Superação. Palavra que carrega consigo o significado de liberdade. Liberdade de deixar algo para trás porque finalmente aquilo foi superado. A superação não está presente apenas na posterioridade do término de um relacionamento. Vai muito além. A vida é uma constante superação, seja de obstáculos, doenças, momentos, términos, medos. Seja o que for, você pode superar.

Eu não posso te dar uma certeza de como ela acontece, pois, acredite, eu mesma tenho muito coisa para superar ainda e confesso não saber como fazer isso. Eu não posso ditar qual caminho você deve percorrer ou quais atitudes deve ter para alcançar a superação porque não existe um roteiro a ser seguido. Cada caso é um caso; cada situação, uma situação; cada pessoa, uma pessoa e cada coração um coração. Não há uma receita universal que te norteie como superar algo, não há ingredientes a serem adquiridos para facilitar o processo.

Apesar de parecer simples, sabemos que é sempre mais fácil falar do que fazer, principalmente quando tal ocorrência não depende somente de nós. Mas, se quer um conselho, não se atormente, não se bitole nem com o esquecimento nem com a superação, quando menos se espera, ela chega. Apesar de complexo, é encantador.  É como abrir asas e voltar a voar depois de muito tempo preso dentro de si mesmo.

Comments

comments

You Might Also Like

No Comments