Pensamentos

Sou a sua Via Láctea

Treme no peito a gemelaridade indistinta entre duas luzes solares. O rubro enrijece as cascas e disso torna-se pitanga: acidez relevante enamorada. E delas, transformamo-nos em palácios dignos de princesamor.

É que parei pra refletir na solidão de um pensamento e me senti completamente acompanhada de ti, como se cada uma de minhas sinapses tivesse uma conexão intrínseca com as suas e diante da convexão de ideias nos tornássemos um. Clichês já formados, posso dizer sobre a explosão que causa nas minhas vísceras por uma só presença no meu campo visual. Te vejo vindo e sinto minhas células estremecerem uma a uma para surgir um arrepio digno do seu sorriso. A boca queima engolindo um floco de neve, o coração cintila num piscar de borboletas e o gosto humami invade o fundo gástrico num refluxo nervoso autonômico. E depois de te ver, é como se a felicidade viesse morar em mim… Sou dentes alegres a todos e a você, sou de corpo inteiro.

Sou companhia em dias frios clamando a Deus para aquecer nossos pés. Sou parceira de mortes de dias ensolarados devido à indisposição. Sou associada ao bem diário e às crises de carência. Sou de nome Solidão pra estar presente mesmo quando estás só. Sou consorte de compartilhamentos. Sou cônjuge da sua felicidade. Sou sua amante por toda a vida.

Que sejam trigêmeos dispares característicos ao nosso bentô.

Comments

comments

You Might Also Like

No Comments