Não categorizado

Um outro lado de mim

Meu nome é Júlia, mas podia ser Helena, Milena, Callita, ou Carolina. Eu sou uma das 7 bilhão de pessoas do mundo que sofre de ansiedade e tem depressão. Esse texto é um desabafo de alguém que tá cansada de fingir que tá tudo bem, enquanto não tá. É somente um desabafo de quem precisa de ajuda mas infelizmente não sabe como pedir. É só mais um desabafo entre tantos.

Eu sou só uma pessoa que todos os dias acorda e coloca aquela máscara de que está tudo bem. Não está. Já faz algum tempo que nada está bem. Porque você continua com a mesma pergunta. Por que não tenta chegar de outro jeito pra descobrir como estou de verdade? Porque desiste de conversar logo quando respondo secamente com um “sim”?

A verdade é que nada vai bem sabe? Só tô cansada de fingir ser algo ou alguém que não sou. Cansada dos rótulos impostos por essa sociedade tão medíocre. Cansada de levar um peso nas costas, e não encontrar abrigo em ninguém. Que besteira você deve pensar. Não é besteira, por favor não pense isso de mim. Sabe, eu falo muito, converso bastante, mas quer saber? É só a máscara de alguém que não consegue realmente falar o que sente, na verdade nunca consegui expor o lado escuro da minha alma. Aquela lado que ninguém se deu o trabalho de querer enxergar. De querer descobrir o que existe verdadeiramente por trás do rosto feliz.

As pessoas estão mais preocupadas consigo mesmo do que com o próximo. Triste situação mas verdadeira. Existe um lado da minha alma, que sofre com o que está por vim, e até com o que não está, ele machuca demais. Uma hora ele quer comer demais, outra, não consegue nem ver comida porque o estômago embrulha. Ele Não Me deixa sair, me divertir, ele me quer presa na cama o dia e a noite toda, ele me quer sozinha, ele me faz acreditar que ninguém se importa comigo, uma hora ele sente sono demais, outra, ele me faz passar madrugadas acordada. Esse lado desconhecido meu machuca, está me machucando, e acaba machucando outros ao meu redor porque sinto um estresse sem igual, não dá pra prever quando vou ter crise e as pessoas ficam sem saber o que acontece, mas é só por momento, logo elas esquecem e focam em si mesmas.

Me perdoa se você acha que estou exagerando, queria eu, mas é a minha realidade e de tantas outras pessoas. Eu sou só uma dentre tantas, que sofrem caladas por medo de julgamento, que se calam por medo de outros saberem e as chamarem de loucas. O medo é nosso companheiro do dia. A ansiedade, a realidade. Todos os dias há uma pessoa desesperada por ajuda, ajude-a. Conheça, converse, a distraia, isso faz muito diferença.

Meu nome é Júlia, mas podia ser Helena, Milena, Callita, ou Carolina. Eu sou uma das 7 bilhão de pessoas do mundo que sofre de ansiedade e tem depressão. Esse texto é um desabafo de alguém que tá cansada de fingir que tá tudo bem, enquanto não tá. É somente um desabafo de quem precisa de ajuda mas infelizmente não sabe como pedir. É só mais um desafabo entre tantos.

Eu sou só uma pessoa que todos os dias acorda e coloca aquela máscara de que está tudo bem. Não está. Já faz algum tempo que nada está bem. Porque você continua com a mesma pergunta. Por que não tenta chegar de outro jeito pra descobrir como estou de verdade? Porque desiste de conversar logo quando respondo secamente com um “sim”?

A verdade é que nada vai bem sabe? Só tô cansada de fingir ser algo ou alguém que não sou. Cansada dos rótulos impostos por essa sociedade tão medíocre. Cansada de levar um peso nas costas, e não encontrar abrigo em ninguém. Que besteira você deve pensar. Não é besteira, por favor não pense isso de mim. Sabe, eu falo muito, converso bastante, mas quer saber? É só a máscara de alguém que não consegue realmente falar o que sente, na verdade nunca consegui expor o lado escuro da minha alma. Aquela lado que ninguém se deu o trabalho de querer enxergar. De querer descobrir o que existe verdadeiramente por trás do rosto feliz.

As pessoas estão mais preocupadas consigo mesmo do que com o próximo. Triste situação mas verdadeira. Existe um lado da minha alma, que sofre com o que está por vim, e até com o que não está, ele machuca demais. Uma hora ele quer comer demais, outra, não consegue nem ver comida porque o estômago embrulha. Ele Não Me deixa sair, me divertir, ele me quer presa na cama o dia e a noite toda, ele me quer sozinha, ele me faz acreditar que ninguém se importa comigo, uma hora ele sente sono demais, outra, ele me faz passar madrugadas acordada. Esse lado desconhecido meu machuca, está me machucando, e acaba machucando outros ao meu redor porque sinto um estresse sem igual, não dá pra prever quando vou ter crise e as pessoas ficam sem saber o que acontece, mas é só por momento, logo elas esquecem e focam em si mesmas.

Me perdoa se você acha que estou exagerando, queria eu, mas é a minha realidade e de tantas outras pessoas. Eu sou só uma dentre tantas, que sofrem caladas por medo de julgamento, que se calam por medo de outros saberem e as chamarem de loucas. O medo é nosso companheiro do dia. A ansiedade, a realidade. Todos os dias há uma pessoa desesperada por ajuda, ajude-a. Conheça, converse, a distraia, isso faz muito diferença.

AUTOR ANÔNIMO

Comments

comments

You Might Also Like

No Comments

Comente