Superação

Quem sou eu para exigir amor?

 

Eu preciso falar que eu superei.

Superei a saudade dos teus beijos,
Dos teus aconchegos, do teu sorriso,
Do teu amor, dos teus braços, dos teus abraços.
Por incrível que pareça, o meu coração não acelera mais ao te ver e as borboletas no estômago não se manifestam.

Eu jurava que esse dia nunca iria chegar para mim, aliás,
Eu sofria muito mais quando pensava que talvez nunca ia lembrar de você sem sentir o tal do amor que eu achava que sentia.
Talvez eu tenha tido um pouco de culpa nessa história, admito.

Onde já se viu amar alguém que nunca demonstrou me amar?
Eu fui inocente, eu sei.

Acreditei que um dia você corresponderia tudo que eu sentia,
Apostei todas as minhas cartas em alguém que nem sequer olhou para mim com um olhar de carinho,
Mas tudo bem,
Quem sou eu para exigir amor de alguém?

Para falar a verdade, não sou ninguém.

Ninguém capaz de exigir amor,
Mas alguém capaz de reconstruir a própria história.
E fui isso que eu fiz após sua partida.

Eu segui minha vida,
Com a certeza de que seria recompensada.

Passei noites em claro,
Te ligue confidencial,
Chorei escutando nossa trilha sonora
E vendo aquele filme que você nunca foi capaz de tirar um tempo para assistir comigo,
Mas hoje estou aqui.

Estou aqui para te dizer que estou mais forte do que nunca,
E para ser mais exata, estou bem,
E agora melhor ainda por estar sem você.

Comments

comments

You Might Also Like

No Comments

Comente