Música

El Dorado – Shakira

Precisamos falar sobre o novo (agora não tão novo) álbum da Shakira. Todos sabemos que Shakira é boa no que faz, não é a toa o sucesso mundial. Porém, precisamos admitir que os três anos de pausa lhe fizeram muito bem.

O título do álbum nos remete a lenda que se difundiu durante o período de colonização da América, na qual se acreditava que havia uma região onde se tinha tanta abundância de ouro que tudo era revestido por ele. Dessa forma, vemos que um dos objetivos da Shakira com esse álbum é retornar as suas origens. Ela não lançava um álbum predominantemente em espanhol desde 2005, quando saiu Pies Descalzos.

Das treze músicas, quatro já haviam sido lançadas com grande êxito: La Bicicleta (parceria com Carlos Vives), Chantaje (parceria com Maluma), Deja Vu (parceria com Prince Royce) e Me enamoré (parceria com Piqué).

Daquelas que ainda não tinham sido lançadas, a que mais se destacou foi Perro Fiel (parceria com Nicky Jam). Essa música fala de um casal que ainda não é um casal propriamente dito. A mulher tem dúvidas sobre a relação enquanto o homem faz juras de amor. Atenção especial para essa parte da música:

Yo no pido nada extraordinario
Solo un hombre de verdad
Que se tire por mí al barro
Que cambie las bombillas o hasta que me lave el carro
Quiero un tipo atento y cariñoso
Pero que no sea muy celoso
Que en la calle sea un príncipe
Pero que en mi cama sea salvaje y peligroso”

Não peço nada extraordinário

Só um homem de verdade

Que se atire por mim na lama

Que troque as lâmpadas ou até que me lave o carro

Quero um homem atento e carinhoso

Mas que não seja muito ciumento

Que na rua seja um príncipe

Mas que na minha cama seja selvagem e perigoso

Morri de rir com essa parte. Shakira fala em nome de todas nós.

Sem dúvida, abaixo de Me Enamoré, Amarillo é a música mais fofa do albúm. Enquanto Me Enamoré fala sobre a loucura da paixão, Amarillo fala sobre um amor mais maduro e compara as sensações a cores.

Já falamos das músicas fofas, então agora podemos falar sobre aquela que não é tão fofa assim. Trap (mais uma parceria com Maluma) é aquele tipo de música que deveria ser proibida pros menores de dezoito anos. Brincadeira! A letra em si não é censurável, apesar de ter algumas partes… Essa música pinga sensualidade, se é que isso é possível.

Então, gente. Recomendo muito todo esse álbum. A Shakira se superou mais uma vez. Por fim, deixo vocês com algumas declarações que ela deu pro New York Times.

Eu queria dar uma visão diferente, onde a garota é quem manda, porque estou cansada de ouvir músicas onde as mulheres se queixam de como elas são maltratadas. Desta vez, eu queria assumir o controle. Eu queria representar o meio no relacionamento – o descuidado, o espírito livre.”

Toda a minha vida, eu tinha pressionado uma pausa em tantas coisas na minha vida pessoal para seguir meus sonhos, meus sonhos profissionais, para me tornar um artista de sucesso. E de repente, as coisas mudaram e eu me vi como mãe, com uma família com a qual sonhei desde criança. E então, quando percebi que o criador dentro de mim também estava pedindo para ser considerado, minha música tornou-se minha fuga. O estúdio tornou-se o lugar para ter alguma inspiração, longe da vida cotidiana como uma mãe – que se tornou meu hobby. E então tornou-se um prazer como todos os hobbies são. Então, agora, a música é meu hobby. Oh, eu nunca pensei que eu diria isso!”

Comments

comments

You Might Also Like

No Comments

Comente