Contos e Crônicas

A culpa é dela

Ela se perdeu

Não por culpa sua, por culpa dela mesma.
Afinal, foi ela quem amou demais,
quem acreditou demais, quem se entregou demais.

Não, rapaz, a culpa não é sua.

Você só não foi recíproco, você só não se importou,
você apenas esperou que ela se apegasse a você e então resolveu virar as costas,
você simplesmente foi você, por que é assim que você é,
então, não, a culpa não é sua.

É dela.

Ela que mesmo depois de ter levado tanto na cara
e ter sofrido tantas rasteiras ainda teve a ousadia de acreditar que seria diferente.

Sim, a culpa é dela.

Foi ela quem acreditou em cada palavra sua,
foi ela quem prestou atenção em cada gesto seu e pensou serem reais,
ela quem olhava você dormir e estupidamente imaginava um futuro pra vocês dois,
ela que foi a tonta de se entregar a uma história que não existia.

Se aquiete, menino, a culpa não é sua, não.

Você não fez nada.
Realmente não fez absolutamente nada.

Não se importou com o que ela dizia,
não ouviu todos os “eu te amo” que ela soltava sempre que vocês se aproximavam,
você não a acolheu nos dias em que ela sentia aquele medo,
você não ouviu todas as vezes em que ela dizia não querer te perder.

Você realmente não fez nada
A culpa é unicamente dela

Ela que mesmo depois de dizer pra si mesma que não iria se apaixonar,
acabou se apegando e se apaixonando.
Ela que inocentemente acreditou que você fosse diferente dos outros.

Coitada, ela achava que tinha tirado a sorte grande,
que talvez fosse você o presente dela,
a recompensa por toda dor que ela sentiu cada vez que teve o coração quebrado.

Ela realmente acreditou que você pudesse fazer tudo ter sentido.
Ela foi tão ingênua.
Mas a culpa não foi sua, foi dela.

Ela que deveria ter segurado o coração com as próprias mãos
e o obrigado a parar de acelerar tanto quanto te via,
mas não, ela se entregou,
se deixou levar por um sonho bobo,
uma ilusão, então, ficou sem chão.

Mas a culpa é dela, não é sua.

Afinal, você não pode ser culpado por não saber amar.

Comments

comments

You Might Also Like

No Comments

Comente