Texto do Leitor

TEXTO DO LEITOR: Plenitude é agradecer até mesmo as coisas ruins

Não queria escrever sobre você, porque não queria ter que dar importância a sua existência na minha vida. Mas você foi importante, não do jeito que pode imaginar. Você foi importantíssimo para a minha maturidade e sou grata ao destino, não a você por ter entrado na minha vida. Sabe, eu nunca teria parado de ser tão inocente em relação aos relacionamentos e também não me amaria tanto quanto me amo hoje. Não teria parado para reparar o quanto corri atrás de relacionamento, quando precisava mesmo era respirar e pensar em mim. Não teria reparado o quanto eu gosto de sair, de dançar, de ler romances para chorar, de gritar com os jogadores pois não sabem fazer um futebol decente, de fazer algo porque eu quero sem o medo de ser reprimida por isso. São tantas coisas que eu amava fazer e deixei, porque queria ficar do seu lado e você não gosta de nada do que eu gosto. Mas tudo bem, eu deixei isso para lá quando percebi que a gente nunca foi um bom casal. Era bem cansativo na verdade, tentar ser o melhor, sempre agradar, pisar em ovos quanto as minhas decisões. Você ter ido embora tirou um peso e tanto das minhas costas, obrigada por isso. Foi a melhor coisa que já fez por mim.

Olhar para o lado vazio da cama é algo novo, mas percebi que bem libertador porque eu posso pôr as pernas em qualquer lugar sem medo. Um medo bobo que me tirou o sono por anos. Sabe, eu posso também postar qualquer coisa sem medo de você achar que é indireta ou até mesmo falar sobre qualquer coisa com as minhas amigas sem medo de você ficar reclamando que conto muito da minha vida para os outros. Na verdade, a melhor parte de tudo é poder fazer amigos. Tem sido incrível! Estou conhecendo tanta gente diferente que percebi que sentia falta disso, a diversidade de conversas e mundos. Eu ignorei por muito tempo a falta que isso me fazia, pois achava que se tivesse você poderia tudo e sabemos, meu bem, que isso é a maior mentira da Disney e dos filmes de romance. A vida é um conjunto de fatores que nos tornam completos e você, um dia, vai entender que não será feliz com ninguém enquanto os privar de ter uma vida própria.

Queria que pudesse ver o mundo com meus novos olhos, tudo parece tão colorido e esperançoso, ainda que eu seja pessimista em relação as coisas. Se eu quiser (e o dinheiro permitir) posso ir numa balada da Lapa e dançar até sentir as panturrilhas queimarem ou posso simplesmente sentar no McDonald’s para comer um sanduíche e ler até quando sentir vontade, pois não tem ninguém cronometrando meu horário.

Eu amadureci tanto, mais tanto que nem tenho mais raiva do que você representa na minha vida. Você é a representação do que eu jamais quero ser e de tudo que eu jamais vou querer. E também percebi que não posso me entregar ao primeiro que gosta do meu corpo ou da minha beleza e também não posso deixar de gostar de mim para gostar de alguém. Sou grata ao destino por ter feito perceber que todas as coisas ruins que aconteceram tiveram um motivo e deixaram uma lição, porque percebi que amar alguém é muito bom, mas se amar e se pôr em primeiro lugar é melhor ainda.

Pela leitora Thamy Silvia

Comments

comments

You Might Also Like

No Comments

Comente