Contos e Crônicas Texto do Leitor

TEXTO DO LEITOR: Você merecia ser bem mais que uma mera amante

Oi.

Eu sei que você deve estar muito magoada comigo, e não tiro suas razões. Sei e reconheço o quanto você quis evitar o sofrimento,  e o tanto que relutou contra isso. Mas eu insisti. Fui tentando me parecer tão convicto de minhas intenções e me aproximando em cada pequena brecha que enxergava, que nada mais era do que sua carência. Carência por terem desperdiçado a chance de estar com você; idiota.

Vi seu sofrimento, quis amenizá-lo, queria estar perto e cuidar de você. Você insistia em dizer que não era certo isso e tentava me convencer com seus argumentos, que não queria me prejudicar, já que eu já tinha alguém. Mas continuei a insistir e pouco a pouco fui te conquistando – e me apaixonando – e com isso ganhando sua confiança. Me senti um cara de sorte, por ter conseguido a garota dos meus sonhos e por ela retribuir o que transbordava em meu peito.

Te levei pra sair, te mandei flores, escrevi cartas, abri meu coração e passei a admirá-la mais e mais a cada dia.  Mas junto a admiração crescia o medo e a insegurança… Medo por temer que descobrissem a verdade e insegurança por ser tão jovem e bela. No papel eu pertencia a alguém e não sabia como me livrar disso sem causar dor aos envolvidos, já que havia um fruto de minha relação.

E a verdade acabou vindo a tona, não teve jeito.
Descobri que também teria de ser um idiota pra fazer a coisa certa.
Precisei te deixar para que não fosse julgada por algo que foi submetida.
Precisei retribuir a emoção e vida que trazia pro meu peito,  com uma apunhalada no seu.
Precisei convencê-la de que não significou nada e nunca te amei, mas Deus do céu, como eu a amei – e a amo.

Infelizmente, contos de fadas não existem. Por mais que queiramos algumas coisas, elas simplesmente não dependem de nós, por mais que nos esforcemos. Você, que mesmo tão jovem, me ensinou que amar, muitas vezes, é não ser egoísta, é abrir mão da própria felicidade para o bem comum, é se sacrificar e fazer o que é certo.

Isso é a tradução do amor da verdade e da abdicação.

Eu a amo como nunca amei outra mulher, mas sei que não sou digno de seu amor. Rezo e peço a Deus que venha alguém pra curar suas feridas, as feridas que lhe causei e que diferente de mim, venha pra ficar. Que ele se encante todos os dias com seu sorriso, contemple seus olhos curiosos, aprecie seu abraço, saboreie seus beijos e reconheça cada qualidade sua, pois defeitos ainda não encontrei.

Ainda que muita coisa possa mudar,  seria egoísmo demais exigir que espere o meu tempo,  pra que a situação se amenize.  Você merece muito mais,  merece ser muito mais que uma mera amante, merece ser tratada como uma princesa, pois és digna disso.

Conto da Leitora Taisnara Silva

Quer ter seu texto publicado aqui? Só mandar um e-mail para vigorfragil@gmail.com

Comments

comments

You Might Also Like

No Comments

Comente