Livros/Frases

Confissão

Preciso confessar… nunca havia lido um livro da Paula Pimenta, escritora brasileira conhecida pelos best-sellers Fazendo meu filme e Minha vida fora de série. Para começar, escolhi logo o gênero que a apresentou ao mundo literário: poemas. A obra Confissão foi lançada pela primeira vez em 2001. Reúne textos que um dia já estiveram nas últimas páginas de seus cadernos escolares.

O livro reflete os sentimentos de uma Paula adolescente. Alguém com um passado ou um presente igual a mim ou a você que já chorou e sofreu muito por amor. Na apresentação, Paula lembra que brincava de ser poetisa. Para lançar a primeira edição da obra contou com o “pai-trocínio”.

Confissão é dedicado ao “J”, ao “C”, ao “G”, ao “O” e ao “V”. Pessoas/Personagens de sua história e de seus momentos, suas confissões.

“Eu só queria te falar que quando vejo você chegar, passar, ficar no lugar ou me olhar, meu coração ainda dispara, mesmo já tendo te visto milhões de vezes. Cada dia percebo uma graça nova em seu sorriso, e esse seu olhar só me tira deste mundo e me leva para um lugar encantado, dos meus sonhos, onde eu queria estar pra sempre.”

Quem nunca?

O livro que li é da editora Gutenberg e traz lindas ilustrações em cada página, com um papel que também é uma delícia de sentir. Os poemas são curtos, em sua maioria de uma página. A obra é daquelas que você pode ler no intervalo entre uma aula e outra, na pausa do café, no ônibus… bem rapidinho. Depois da primeira leitura vale voltar e revisitá-lo, saboreando cada palavra, sem pressa.

 

 

Comments

comments

You Might Also Like

No Comments

Comente