Relacionamento

Quase sem querer – volume 1 parte 1 de 2

 

Algum lugar pequeno de Minas Gerais, data qualquer em Janeiro de 2018

        Olá (meu) Yuke,

Há muito não conversamos assim e nossos corações tão unidos sentem falta real da poesia declamada em versos e cartas.

A vida anda corrida… Nos dedicamos tanto a tantas outras coisas e não fazemos sequer uma pausa para nos redescobrir nesse modo que nos uniu. Assim, a plenitude toma conta de mim em cada letra decodificada nesse computador, já que sempre avisei que minha forma era feia demais para uma carta de amor.

Sim! Isso é uma carta de amor, como sempre foram! As exclamações, que achava escancaradas, aposto que mudou de ideia comigo. Somos um casal de exclamação com a posse de um amor que as merece. E que amor…

Aquele amor-casa, que levita nossas ideias e nos faz confortável em cada minúscula situação. Aquele amor-sorte trazendo a tona a fluidez espiritual e emocional de todo o mundo ao redor. Aquele amor em cor que se modifica nos nossos momentos: amarelo-mostarda-Heinz nos nossos bares, laranja-tangerina ao por do sol em misto de rosa-algodão-doce e um azul-pirulito-pinta-língua na nossa saudade.

Somos amor pra vida inteira.

Tenho saudade da métrica e das nossas formalidades tão impulsivas. Vamos voltar? E lembrando disso ainda digo “médicos nas UTI’s, larguem seus bisturis que a gente voltou” em clássico Clariceano (Falcão, nesse caso). E o faço para te lembrar de mais uma de nossas extensões… Para além de canções e leituras e comidas e escritas.

Dito isso, venha me ver. Esteja comigo nesses nossos acontecimentos revivendo nossa paixão e nosso início de tudo. Nossa escrita também é uma só.

Espero te ter aqui comigo,

Da sua sempre Santy.

 

P.s.: Sempre te escrevi poemas no fim das cartas e não seria diferente agora…

Filho do mundo

Soma-se a vida um do outro como se adiciona forma à poesia

Como um cavaleiro dançante a nível esplendoroso

Como formações afuniladas magníficas

Como paz de espírito voraz

Como o destino de

Um só.

NóS.

Comments

comments

You Might Also Like

No Comments

Comente