Não categorizado

O quanto você se permitiu sentir hoje?

Dizem por ai que pessoas bêbadas tendem a dizer a verdade, que “A bebida entra e a verdade sai”, já pensou se pegar falando coisas que estão escondidas sem precisar tomar um porre pra isso? Sem precisar enfrentar uma ressaca no dia seguinte, e não se lembrar de nada?

Já pensou o quanto você é forte e corajosa o suficiente para não precisar de meios apelativos para apenas dizer o que sente?

Eu sei que vivemos em uma sociedade onde sentir e demonstrar virou caso de suicídio social. Como se demonstração de afeto fosse um crime hediondo, onde ninguém sai impune.

Mas não é assim que as coisas devem funcionar. Você sabe disso. Até quando você vai ficar engolindo goela a baixo todas as palavras e sentimentos que roçam a sua garganta, procurando um espaço para sair?

Coloca uma coisa na sua cabeça: demonstrar não é errado. Talvez seja mais fácil fingir que não possuímos sentimentos e que nada nos afeta, ou que o amor é só uma grande ilusão e uma puta jogada de marketing. Mas não é. Talvez seja mais fácil gritar aos quatro cantos que você não cai nessa brincadeira de se apaixonar.

E talvez seja mais fácil fazer joguinhos e brincar com o coração alheio, enquanto do outro lado tem alguém sem medo nenhum de se jogar nesse mar de sentimentos.

Repetindo: Você não precisa ser assim.

Ultimamente muitos amigos vieram conversar comigo sobre o que fazer quando está sentindo algo por outra pessoa. Cara, não tem plano, não tem segredo e não tem regras. E o simples fato de seguir seus instintos e só ir.

Talvez parece um conselho idiota ou raso, mas não é. Se você não tentar nunca vai saber, certo?

Não estou dizendo que a reciproca vai ser positiva e que O conto de fadas vai acontecer, porque às vezes não vai. E é a vida. Ela nunca é justa, mas nada de novo sob o sol, não é? Se não rolar, vida que segue. Você não vai morrer por isso e não precisa parar de acreditar no amor só porque não deu certo com uma pessoa. Também não precisa se fechar para outras.

E se rolar? Ou você vai viver com o e se te assombrando?

Comments

comments

You Might Also Like

No Comments

Comente