Desenvolvimento Pessoal Feminismo Grazi

Seja sua, mulher!

Sabe aquele cara que só quer tirar a sua roupa?
Ele não merece você. Não merece essa mulher do caralho que você demorou tanto tempo para descobrir que era. Para se construir. Vai por mim, ele é só um babaca, que pode fazer com qualquer uma o que faz por você. Desculpe-me pelas palavras duras, mas, por aqui, não existem meias verdades.

Sabe aquele cara que só te procura de madrugada?
É só porque ele não encontrou, durante a noite, alguém que ele realmente queria. Ele revirou toda a lista de contatos dele, começando pela mais desejada e parando no seu nome, porque sabia que você estaria disponível e que se derreteria por uma mensagem bem no meio da sua insônia e, sem problema algum, se encontraria com ele, independente da hora.

O que dizer daquele ser humano que mantém você em banho maria, dizendo que só sai com você?
Bom, provavelmente ele te mantém em casa aos fins de semana, para que você não saia com outras pessoas e não dê de cara com as costas dele agarrando outra na balada, ou cantando alguém, levando sua reputação pra lama, junto com a decência dele.

Mana, larga esse boy lixo, que só fode a sua mente e destrói tudo o que uma mulher deveria valorizar: o amor-próprio. Não se sinta mal se isso fizer com que você fique sozinha por um tempo. Na vida, uma coisa é certa: é melhor a gente ficar só, do que ser depósito de lixo emocional dos outros.

Ah, mas se falarem por aí algo de mim?
O que? Que você se sente tão bem na sua pele, que não precisa de alguém para substituir um lugar que não precisa ser ocupado por ninguém, porque você é grande o suficiente para caber em todas as partes de você? Deixe que digam! Tome sua cerveja no barzinho, no boteco, no posto 24hrs, de chinelo. Ninguém tem nada a ver com isso. E diga mais: você é o do caralho e não precisa que ninguém preencha suas lacunas, pois você dá conta delas sozinha.

Mas quando você encontrar alguém que toque sua alma, aí você fica.
Deixe livre e espere que ele escolha estar com você. Então você agarra essa pessoa com unhas e dentes. Não deixe escapar. Mas não esqueça de ser livre e deixar o outro livre, porque prisões afastam e, por mais bonitos que sejam, potinhos sufocam. Seja você, seja sua e permita que o outro seja ele, seja dele.

Comments

comments

You Might Also Like

No Comments

Comente