All Posts By

Emanoel Freire

Contos e Crônicas

Eu não sou o grande problema

É engraçado como minha família parece um consultório de sessões de terapia, sempre à disposição para me ajudar em meus problemas, com soluções práticas. Mesmo eu sendo grande e maior de idade, ela não está botando importância nisso. Prefere ficar fazendo tricô com pautas sobre minha vida em sua sala de visitas.

Minha mãe é um pombo-correio. Entrega meus anseios, dúvidas, em catálogos enormes sobre os meus dias, e às vezes se diverte com os comentários sobre o seu tão amado filho. Quando chego na casa onde a maior parte da família está, o pessoal prega seu olhar em mim, dos chinelos às sobrancelhas, como se eu fosse um bicho excêntrico no recinto. Passados os segundos focados em mim, começa o ti-ti-ti de opiniões, em que eu, paradinho, sinto como se todos subissem em mim, com suas mãos mantidas embaixo de seus rostos, esperando eu não reclamar.

Não ganhei nenhum aviso sobre ter me transformado na ovelha negra, rosa, azul, tanto faz. Mas, parece que existe um desenho circular em mim, mostrando o alvo aos caçadores. E as outras ovelhas primas presentes no rebanho não são vítimas, nem sofrem com perseguições como eu sofro. É algo que eu não entendo. Sou tão diferente assim, pra merecer tanto empenho? Com certeza, eles também têm problemas, né? Não acredito que uma família tão recheada com diferenças, tão farta, foque só em mim como merecedor mor pra receber ajuda alheia; ajuda que eu nunca peço.

O pior: não tenho o direito em mãos e língua pra dizer minhas verdades, pois, se digo algo em minha defesa, se berro o quão não preciso de auxílio, já me põem em uma cruz. Você já se sentiu assim?

Lembro bem que há parentes com mais problemas que eu, como uma tia-avó loucona que tenho, que sofre com vício em bebidas. Também existe outra com sérios dilemas com o corpo. Por falar em corpo, e o rapaz anoréxico, cadê? Problemas mais sérios que os meus, que necessitam serem resolvidos, mas parecem que são esquecidos porque o simples ato de futricar é mais interessante. Uma grande droga.

Pensamentos

Eu sou colorido

Eu não tenho nenhum problema interno em ser bissexual. Até porque eu parei de me importar com a opinião dos outros sobre mim. Não faz pouco tempo que eu comecei a sentir atração sexual por garotos e garotas. De modo tácito, acho que muitos começaram a notar isso. E isso já acontece há anos. Quando pequeno, eu gostava de brincar com bonecas das minhas primas. Claro que os pais e tios olhavam torto, pois a tradicional família brasileira jamais aceitaria ter laços com um parente gay. Mesmo criança, já doía ouvir comentários do tipo. Eu só não sabia que tudo ia piorar. Continue Reading

Contos e Crônicas

Todo bobo por ela

Ela é como um parque de diversões
Daqueles cheio de emoções
Com um céu estrelado
Cada estrela representando um sentimento vivo
Cada constelação um amor que é sentido
No seu coração

Tão bela quanto à bela da fera
Seu sorriso é mais aceso que uma forte vela
Fico em pleno derretimento
Todo bobo por ela
Seus cabelos voam com os pássaros no vento
Paro em pleno encantamento
Todo bobo por ela

Ela é como um show esperado
Repleto de apaixonados
Que anseiam por música
Cada segundo da sua voz é uma vibração
Cada minuto uma incrível canção
Que deixa todos vidrados
Também pelas batidas do seu coração

Tão bela quanto à bela da fera
Seu sorriso é mais aceso que uma forte vela
Fico em pleno derretimento
Todo bobo por ela
Seus cabelos voam com os pássaros no vento
Paro em pleno encantamento
Todo bobo por ela

Ela é como uma sereia na terra
Com a sua cauda transformada em lindas pernas
Que passeiam pela vida sem pressa
Cada traço do seu corpo é monumental
Cada olhar que ela atrai é natural
Eu sou como um marujo num barco inacabado
Que veleja no mar, à procura do amor
Mas só em terra firme
Que encontra esse amor

Tão bela quanto à bela da fera
Seu sorriso é mais aceso que uma forte vela
Fico em pleno derretimento
Todo bobo por ela
Seus cabelos voam com os pássaros no vento
Paro em pleno encantamento

Todo bobo por ela
Desenvolvimento Pessoal

Erva Venenosa

Você é mau, você se faz de santo na frente de pessoas frágeis como se fosse o poste de luz no fim do túnel em que elas às vezes moram. E, com isso, se aproveita delas, só pra se sentir mais forte. Mas, com o imenso rancor, eu te digo: você é um problema.

Você é parceiro da bola de neve, eu sei. Ela é como uma assistente sua, sempre pronta pra encher suas vítimas de pensamentos ruins, para, no fim, te entregar pessoas tristes, pessoas amedrontadas, cansadas, inteiramente enfadadas de viver. Elas precisam de cuidados, de coisas boas, e você não é o melhor pra isso. Você não é pra isso. Simplesmente. Eu mesmo uma vez me senti frágil, sozinho, cheio de sentimentos tóxicos aliados à ansiedade, nervosismo, TOC e amigos também tóxicos. Na época, você parecia um caminho mais rápido pra eu resolver meus problemas, mesmo sendo mortalmente. Continue Reading

Contos e Crônicas

EU ME AMO EM PRIMEIRO LUGAR

Escrevo o título Aliança espremida e clico em uma ferramenta, para pôr em negrito. Essa denominação para o vídeo com fotos nossas fala muito sobre o nosso relacionamento, mais precisamente sobre o fim. O porquê desse vídeo? Não sei. Possivelmente para parar um pouco essa saudade existente em meu coração. O computador pesa, como se meus sentimentos estivessem se teletransportando para ele.

Estávamos selados com um pacto. Ele consistia em: amar sem pressão, dar sentimentos e retribuir paixão, não ultrapassando a nossa própria. Mas você transpassou. O seu amor-próprio se esvaiu numa torneira grudada em seu âmago. E, infelizmente, você não cessou. Continue Reading