All Posts By

Santy H.

Pensamentos

Breve descrição quase fisiológica sobre o amor. Ah…. O amor…!

Amor é coisa do coração. Ele chega de mansinho, estala no nodo sinoatrial e já se desvia pro atrioventricular. Invade o miocárdio num impulso elétrico intenso que dá vida e coragem. Talvez por isso tantos autores já escreveram suas frases metaforizadas sobre seu significado. Fato é que sempre esteve lá dentro da gente mas o amor que é nosso é de outro. O amor tá dentro do outro…. E quando você acha, agarra e tenta nunca mais soltar. Por isso os beijos apaixonados e a vontade de nunca mais sair dos seus braços. Por isso as inúmeras surpresas que fazem doer orbicular da boca, masseter e bucinador (de tanto sorrir). Por isso essa dedicação, esse carinho, essa proposta de estar sempre na vida um do outro. Por isso a necessidade de ser família.

Continue Reading

Pensamentos

Sou a sua Via Láctea

Treme no peito a gemelaridade indistinta entre duas luzes solares. O rubro enrijece as cascas e disso torna-se pitanga: acidez relevante enamorada. E delas, transformamo-nos em palácios dignos de princesamor.

É que parei pra refletir na solidão de um pensamento e me senti completamente acompanhada de ti, como se cada uma de minhas sinapses tivesse uma conexão intrínseca com as suas e diante da convexão de ideias nos tornássemos um. Clichês já formados, posso dizer sobre a explosão que causa nas minhas vísceras por uma só presença no meu campo visual. Te vejo vindo e sinto minhas células estremecerem uma a uma para surgir um arrepio digno do seu sorriso. A boca queima engolindo um floco de neve, o coração cintila num piscar de borboletas e o gosto humami invade o fundo gástrico num refluxo nervoso autonômico. E depois de te ver, é como se a felicidade viesse morar em mim… Sou dentes alegres a todos e a você, sou de corpo inteiro.

Sou companhia em dias frios clamando a Deus para aquecer nossos pés. Sou parceira de mortes de dias ensolarados devido à indisposição. Sou associada ao bem diário e às crises de carência. Sou de nome Solidão pra estar presente mesmo quando estás só. Sou consorte de compartilhamentos. Sou cônjuge da sua felicidade. Sou sua amante por toda a vida.

Que sejam trigêmeos dispares característicos ao nosso bentô.

Pensamentos

Encontro de amantes

O pôr do sol acompanha os trajes frágeis do rei.
Somos velados todos os dias pelo brilho da noite e o fogo estelar que cintila cada célula em nós.

De mãos dadas, encontramos o refúgio perfeito de dois amantes que avistam o contraponto: somos laranja-tangerina, rosa-algodão-doce, azul-serenar, cinza-sofá.
Policromáticos são nossos beijos que se encontram em versos distintos de uma poesia da natureza.
E cada luz.
E cada gesto.
E cada toque.
É arco-íris de felicidade.
Pingos estelares brotam em viscos e, diante deles, o aconchego nos seus braços é céu nublado.
Como se num frio congelante, a união é certa, eterna.
Dentro de um abraço, o calor e o luar se tocam num desejo intenso de proximidade.
Explodem num raio de amor diante de luzes que ascendem para enxergar o próprio ego.
Apaguem as luzes!
Amemo-nos.