All Posts By

Stephanie Almeida

Será que você me merece mesmo?

Eu costumo acreditar no melhor que as pessoas ao meu redor podem me oferecer. Mas me diz, o que exatamente você tem para me dar? 

Eu sou do tipo de mulher que gosta de dar e receber um bom dia, todos os dias. Que gosta de dormir lendo um “fica com Deus, durma bem, até amanhã” – tem alguns ‘eu te amo’ que vem disfarçados com outras palavras. Eu sou do tipo de mulher que vai querer passar um domingo em casa assistindo a um filme com pipoca e coca-cola. Mas relaxe, aos sábados quero sair a noite, comer, beber, rir, seja com você ou com meus amigos. Não sou do tipo que vai te prender, eu adoro saber que posso namorar e ainda assim, viver. Eu sou do tipo de mulher que vai querer estar contigo a todo momento. Gosto de ser companheira, de ajudar a resolver os problemas, de ouvir sobre o dia que foi chato e cansativo pra tentar te ajudar a melhorar.

Mas eu não vou dar sem querer receber em troca.

Não quero morar junto agora, gosto de ter meu espaço e saber que vão haver dias em que eu serei minha única companhia. Não quero pensar em casamento, filhos ou em como vamos estar daqui a 5 anos. Quero viver o aqui, o agora. Quero ter a certeza de que assim como eu, você dará o seu melhor para fazer com que tudo aconteça e dê certo. Eu acredito que para um relacionamento funcionar, só depende das duas pessoas envolvidas. Nós. Quero alguém que fique em qualquer circunstância e que eu possa confiar. Afinal, confiança não é a base de tudo?

Eu sou do tipo de mulher que gosta de se sentir amada por quem está ao meu lado, um relacionamento vai muito além de apenas um rótulo de namorado. E quando entro num relacionamento quero ter a certeza de que não será só mais uma aventura sem importância na minha vida. Não gosto do termo “tentar” prefiro “fazer acontecer”. E sim, tem diferença.

Se não estiver disposto a entrar de cabeça, eu vou entender. Ninguém é obrigado a fingir ser alguém que não é para agradar outra pessoa. Então, por favor, antes de se envolver comigo, pergunte a si mesmo: Depois de descobrir tudo isso sobre mim, será que você me merece mesmo?

Você foi tão covarde

Eu acho tão lindo quando duas pessoas conseguem sair de um relacionamento numa boa. Sério! Imagina que incrível duas pessoas resolverem dar fim em uma relação juntas, e se tornarem amigas depois? Eu achei que a gente era assim. Por que será que você me enganou, hein?

Conversei com você tranquilamente e foi você quem concordou em terminar. Lembra? Porque eu me lembro bem. Você me disse que tinha um carinho imenso por mim e jamais iria querer perder minha amizade. E eu fiquei tão feliz por ouvir isso de você. Eu acreditei. De verdade. Mas você é tão covarde.

Quando alguém perguntava sobre nós, eu respondia sorrindo: “Foi um término amigável, nos damos muito bem. Ele é um bom amigo!” Bom amigo? Eu acreditei mesmo nisso! Mas para manter sua pose de perfeito e para não contar o real motivo do nosso término, precisou mentir sobre mim, não foi? Quem foi que falou que amigos saem por aí inventando – ou mudando – histórias sobre outros? Você sabe que a verdade foi tão horrível que preferiu maquiar seu próprio rosto de arrependimento com um sorriso falso para sair por aí dizendo que se libertou de mim.

Eu é quem me libertei da pessoa ruim que você foi. E ainda é.

Eu tive tanto orgulho de dizer por aí que namorei você, que não sei mais como reagir quando alguém me pergunta. Você me enganou direitinho. Eu que achei que te conhecia depois de tantos anos, só vim te conhecer de verdade quando acabou. E sinceramente, que bom que acabou. De todas as mentiras que me contou durante o tempo em que estávamos juntos, mentir sobre mim foi o que mais me magoou.

Por que não conta para os seus amigos o número de vezes que veio me procurar dizendo que se arrependeu e não vivia sem mim? Por que não diz para eles que a culpa foi sua do nosso término? Por que você não conta que veio até mim chorando quando eu segui e conheci outra pessoa? Por que não diz que depois de tanto tempo o seu sentimento ainda permanece intacto? Por que não conta pros seus amigos que suas fotos nas stories do instagram todo sábado a noite são para tentar me atingir? Por que não diz que me liga bêbado pedindo para voltar toda semana?

Você não conta nada disso porque é covarde! Você tem medo das pessoas ao seu redor perceberem que você tem um coração que bate por alguém. Tem medo de admitir que cometeu um erro que tirou a pessoa que amava de você. Pessoa essa, que mesmo magoada pelo que você fez, quis permanecer ao seu lado. E o que você fez? Magoou-a outra vez! Você é covarde porque tem medo do que as pessoas vão pensar sobre o que você sente. Sua vida é tão amarga, que você se preocupa mais com os outros do que com você.

Já pode parar de me mandar presentes e cartinhas com frases fofas. Eu superei você faz tempo! Caso você não tenha percebido, não adianta de nada tentar mostrar que se arrependeu quando as suas atitudes mostram completamente o contrário. Antes de tentar me mostrar alguma coisa, você tem que mostrar a si mesmo, cara. E já passou do tempo. Eu não quero mais ver. Nem você, nem o que sente e nem as suas mentiras. Então, não aparece na minha frente. A única coisa que eu quero é distância de você! Sobre as flores com o cartão que me mandou dizendo ser um ‘simbólico presente’? Dei para alguém que encontrei na rua, que assim como eu, não dá a mínima para como você se sente. Você foi tão covarde.