All Posts By

Suzana Oliveira

Lembranças do que vivi

Reprodução Pinterest

Hoje fui ler coisas antigas e lembrei muitas situações. Com as lembranças vêm também os sentimentos daquela época. Acontece como você? Comigo acontece sempre…. Sabemos que nem tudo foram flores, né?

Minhas lembranças vêm carregadas de cargas de sentimentos, medos, angústias, sonhos, alegrias e expectativas da época. Músicas, cheiros, gostos, papéis, fotos, enfim, tudo é um amontoado de coisas que um dia aconteceram de forma arrebatadora e intensa. As vezes penso: como passei por isso ou ora penso…nossa como era boba! Mas são fases que passamos e que necessitamos passar e somos o que somos hoje porque passamos por isso.

Sou a favor dos antigos papéis de cartas e das cartas que escrevíamos para as coleguinhas na escola. Ainda tenho alguns e acho importante manter. A informatização é algo incrível, porém nos tira essas coisas simples da vida. Desculpe-me os antenados nas evoluções tecnológicas, mas não há nada melhor do que ler uma carta de alguém vinda pelo correio, contando novidades. Isso faz tempo que não tenho…era bom!

Com as lembranças percebo o quanto evolui como pessoa. Coisas que eram mais difíceis de aceitar e de enfrentar hoje enfrento de outra forma. O tempo traz isso: a leveza, a maturidade e a doçura de saber que tudo vai passar. Até mesmo os momentos bons. E isso é uma pena. Daí percebo que tenho que viver o agora de forma única porque ele não voltará mais daquele mesmo jeito. Aproveitar pessoas, coisas, lugares, bichos, momentos, enfim, tudo que tenho direito. Porém, com a prudência e honestidade necessária.

Bem, desejo primeiro que seu estado de espírito seja calmo e que possa voltar a contemplar as coisas simples. Para que queira estar como nas cidades do interior. Onde o tempo passa devagar e temos tempo para desfrutar da beleza da vida. Sem a correria da cidade grande. Sem a agonia de checar se recebi uma mensagem ou verificar o que estão falando no Face ou postando no Insta. Desejo café na varanda, vento no rosto e brincadeira de criança. Mesmo que não tenha mais criança na brincadeira, mas que a alma assim seja.

Felicidade é algo amplo demais para explicar, mas colocando um pouco do que ela é penso que é quando estamos em algo que não queremos que termine. Que seu dia feliz não termine!  😉

O tal bichinho feio da insegurança

Reprodução Pinterest – myvisualthings.tumblr.com

Ah! A bendita estima!
Uns a tem demais, outros a tem na medida (isso é ótimo) e outros a tem de menos.
Interessante é que ao longo da vida temos sempre que passar por provas de que somos bons nisso e naquilo.

Quando não somos bons acabamos deixando vir o bichinho feio da insegurança, medo e descrença.

Interessante notar que ao longo de nossas vidas sempre existe certa cobrança, seja da família, sociedade, religião e até de você.
Não nos avisaram que não preciso ser bom em tudo.
Mas sim naquilo que me propus a fazer.

Você não necessita ser ótimo em tudo, mas sim se esforçar para dar o melhor em que se propôs a fazer.

Confesso que o bichinho feio da insegurança vive rondando minha cabeça e que é difícil mandá-lo embora.
Já aconteceu muitas vezes de deixá-lo fazer morada por um bom tempo e ele acaba por fazer grande bagunça.
Não é bom deixar!

Sabe-se que a mente humana é uma poderosa arma. Nossos pensamentos atraem aquilo que desejamos. Conforme estudiosos da psique humana nossos pensamentos são como ímãs, pois existe uma energia em volta do que pensamos. Se pensamos em algo negativo isto chega bem mais rápido que algo positivo, pois é como se a energia negativa estivesse em maior quantidade que a energia positiva. Cientificamente falando seriam os prótons (positivos) e elétrons (negativos). Para embasar meu argumento, não já lhe ocorreu de pensar em uma determinada situação de forma expressa e esta situação acabar acontecendo? Atraímos aquilo que pensamos! Outro exemplo, o hipocondríaco não pensa que possui várias doenças e acaba por tê-las.

A psicologia fala que devemos buscar o pensamento positivo para que possa atrair coisas boas para nosso corpo e mente.
E o fato de você pensar em você de forma positiva ajuda e muito em vários aspectos.
Ajuda no aspecto físico, emocional, social e profissional.

Então, quando o bichinho feio da insegurança resolver aparecer comece a falar para você de algumas coisas boas que tem. Eu passei a usar as palavras: Eu sou bonita, inteligente, gentil e não deixarei alguém me subestimar principalmente eu. Tive essa inspiração ao lembrar de um filme que vi chamado – Histórias Cruzadas do ano de 2011. No filme a empregada sempre repete para a filhinha da patroa as seguintes palavras: “se é boa, se é esperta e se é importante”. Ótimo filme e recomendo que veja!

Somos diferentes e com limitações diferentes. Aceite-se e acredite em você sabendo de suas limitações e se ame como você é.     😉

Um dia após o outro

 

Reprodução Pinterest - http://achadosdaliedaqui.tumblr.com

Reprodução Pinterest

Você foi lá, fez e falou, e agora? Não tem como reverter!
Mas isso você havia dito que era ruim e que iria melhorar, porém persiste em fazer parte dos seus atos. Aí, já magoou alguém ou deixou alguém com raiva e você se sentindo incapaz de se controlar.
– Será que tenho problemas?
– Será que as pessoas vão me suportar?

Quem nunca passou por isso? Todos temos algo que sabemos que precisamos melhorar e muitas vezes essas coisas aparecem como bomba e, quando vimos, já foi. E, de certa forma, você se viciou nessa atitude. Há muito tempo ouvi uma pregação na igreja católica de um rapaz chamado Dunga, ele sempre levantou a bandeira do Por hoje Não. Esse Por Hoje Não, ele aprendeu em um local de recuperação para drogados. O interessante é que eles usavam todos os dias o por hoje não vou me drogar e, amanhã de novo, o por hoje não e depois de novo e de novo…

Penso que, para nossos erros que prejudicam nossos relacionamentos, poderíamos usar o Por Hoje Não. E assim, dia após dia, tiraríamos isso do nosso jeito e, mesmo que um dia voltasse, não seria um erro costumeiro, mas sim algo compreensivo.

Nossa mente é poderosa demais ao ponto de curar nossas doenças com a força do querer.
Se pensarmos que iremos nos livrar de algum mau hábito isso vai funcionar!

Então convido você a fazer uma reflexão, assim como eu fiz.
O que está me prejudicando? Um pensamento? Um ato? Eleja um e somente um. E, aos poucos, vá criando palavras de ordem na sua cabeça. Até o horário do almoço não vai, por exemplo, pensar que é inferior a outra pessoa. Ao invés disso, pense outra coisa, por exemplo, pense que é inteligente. Você conseguiu ir até o horário do almoço? Então vamos estender… agora até o horário do jantar…. e se conseguiu ir até o horário do jantar… Opa! Que maravilha! Então vamos agora por um dia e assim por diante. Até esse mau costume se tornar algo que não faz parte de você.

Caso você tenha recaída comece de novo!

Força, você consegue! Eu estou conseguindo e te falo o resultado é maravilhoso!

Fica bem 😉

Será que me conheço?

Reprodução Pinterest - rir100dentes.tumblr.com

Reprodução Pinterest -rir100dentes.tumblr.com

Eis um tema pouco abordado e até mesmo ignorado. Será que me conheço? Muitos devem pensar: Nossa que pergunta boba! Lógico que sei quem eu sou! Mas vale lembrar que muitos de nós passamos anos da nossa vida sem nos conhecer. Moramos nesse corpo, sabemos a cor dos nossos olhos, cabelos, a cor da pele…mas…. Sabemos realmente o que somos? Nossos gostos, jeitos, manias, o que suportamos e o que não suportamos?

Esse tema deveria ser matéria de escola, pois é muito importante na vida de uma pessoa. Eu comecei a descobrir quem eu era depois dos 30 anos. Antes disso eu achava que sabia e ainda busco descobrir muito mais.

Se auto descobrir ajudaria muito em vários dilemas como, por exemplo, o que me deixa muito triste. Sabendo disso evitaria várias situações de frustração, medos, relacionamentos malsucedidos, empregos ruins e outros mais.

No meu caso comecei fazendo um mapa astral com um respeitado estudioso de história, filosofia, ciências ocultas e espiritualidade Aylton do Amaral. Porém se você não gostar dessa abordagem recomendo procurar um terapeuta ou caso mesmo assim não tenha condições financeiras. Que tal tentar responder a essas perguntinhas básicas? Elas vão despertar uma vontade de ir além e saber mais sobre você. Daí você estará mais confortável a procurar locais sérios que possam ajudar nessa busca.

  • Como eu acho que sou. Sou calmo, agitado, tímido, nervoso?

Nesta primeira pergunta você irá identificar o que usualmente você é. Se gosta de falar perto de muitas pessoas, se é mais discreto ou se quando ver pessoas quer sumir. Porém, mesmo os muito falantes podem ser calmos e os tímidos podem ser muito nervosos. Então identifique seus extremos também. Por exemplo: Eu sou tímida e calma, mas se acertam em cheio no meu ponto fraco sou bastante agressiva e até mesmo cruel.

 

  • Identifique 3 coisas que realmente te fazem surtar ou ficar muito irritado.

 

Neste caso será as coisas mais gritantes que te deixam nervoso, agoniado. Por exemplo: Muito barulho, alguém grite com você, alguém te ignore e etc.

 

  • Você prefere estar sempre rodeado de pessoas ou gosta mais de ficar só. Ou as duas coisas dependendo do tempo.

 

Aqui você irá ver se é uma pessoa que adora sair acompanhado e estar sempre com alguém por perto ou se gosta de ficar sozinho muito tempo ou se anda confortavelmente pelos dois extremos quando necessita.

 

  • Você gosta de você?

 

Aqui você irá definir se vendo tudo isso você se gosta, se aceita seus extremos e sabe quando eles te ajudam ou prejudicam.

 

Respondendo essas perguntas você já está caminhando para sua autodescoberta. O interessante nas respostas é perceber seus extremos e saber que é bom sempre balancear tudo. Se eu sou muito tímido é interessante tentar entrosar com as outras pessoas. Se eu gosto muito de andar sempre com alguém do lado, tento sair sozinho e aproveitar minha companhia sem que isso seja algo devastador como que eu não tivesse capacidade de ter amigos.

Aconselho fazer isso. Eu fiz e isso me ajuda bastante a lidar com meus dilemas internos para eu ser uma pessoa melhor para mim e para os outros. Uma dica é esse site sobre teste de personalidade: https://www.16personalities.com/br/teste-de-personalidade

Boa descoberta! 😉