Browsing Category

Cultura

Colaboradores Música

Enrique Iglesias

Provavelmente, vocês já conhecem o Enrique Iglesias. Mas, talvez algumas coisas lhes tenham passado despercebidas, por exemplo: o fato desse belíssimo cantor espanhol já ter quarenta e dois anos. É isso mesmo. Como assim?

A que se deve tamanha beleza? Deve ser culpa dos genes. Ele é filho de Julio Iglesias (o que explica a bela voz) e da modelo/socialite filipina Isabel Preysler (tá explicada a beleza geral). Entendeu porque é importante conhecer os parentes de um futuro alguma coisa? Nem que seja só pelos interesses das próximas gerações.

Olha o Enrique novinho!

Outro fator interessante sobre o Enrique é que ele tem uma verdadeira obsessão por bonés. É verdade, pode procurar no google. Não podemos reclamar, o homem fica bonito de qualquer jeito.

Mas não vá achando que o detentor de tamanha beleza está livre e desimpedido. Claro que não está. Ele namora a tenista Anna Kournikova desde 2001 e não tem pretensão nenhuma de casar, embora vivam juntos há anos. Pois é, quem está reclamando?

E, o que eu falei sobre os bonés? Difícil achar uma foto sem. Acho que ele só tira mesmo para gravar os clipes (e nem sempre). Falando neles…

Bailando… Como não querer dançar a noite inteira com essa música? Parceria com Descemer Bueno (cantor cubano) e Gente de Zona (grupo cubano bastante conhecido nos países de língua espanhola).

Meio difícil acreditar que uma mulher possa trocar Enrique Iglesias, mas tem louca para tudo. Parceria com Nicky Jam (que em breve terá um post próprio).

Agora Enrique faz o papel de amante. Pois é, a vida é assim altos e baixos. Mas, não é qualquer amante: A mí no me importa que duermas con él porque sé que sueñas con poder me ver.” Haja confiança! Duele el corazón é uma parceria com Wisin (cantor portoriquenho).

Como assim não responder o Enrique? Quase um pecado. Mais uma parceria com Descemer Bueno e Zion e Lennox (dupla portoriquenha). O clipe foi gravado nas ruas de Cuba e muitas pessoas tiveram a oportunidade de abraçar e beijar o Enrique. Já imaginou que sorte?

No me lastimes más el corazón que no tengo siete vidas como un gato ni mala intención…” A parte da má intenção não acredito muito, não. Parceria com Wisin e Yandel (dupla portoriquenha).

Que lugar lindo! O clipe foi gravado na Galicia, Espanha. Amo essa música! Parceria com Yandel e Juan Magan (cantor espanhol).

Esse clipe é tão fofo! O reencontro de um amor de infância, como não amar? Ainda mais se o amor de infância virou alguém tipo Enrique Iglesias. Parceria com Sammy Adams (rapper americano).

O que dizer dessa música? Sem comentários. Parceria com Ludacris (rapper americano).

A parte triste da vida, as pessoas não ficam com a gente para sempre. Música linda. Tô apaixonada!

I can be your hero baby.

Party, Karamu, Fiesta, Forever. Como não se sentir alegre com essa música?

Deixo vocês com um pouco mais de Enrique Iglesias para ouvirem até enjoar. Se bem que acho que não dá para enjoar, não.

Grazi Livros/Frases

RESENHA: Garota Online

Título: Garota Online
Autor: Zoe Sugg
Editora: Verus
Número de Páginas: 308
Ano: 2015

RESUMO: Penny tem um segredo. Com o nickname Garota Online, ela escreve um blog no qual desabafa seus sentimentos mais íntimos sobre amizade, meninos, os dramas do colégio, sua família maluca e os ataques de pânico que começaram a dominar sua vida.  Quando as coisas vão de mal a pior, sua família a leva para Nova York, onde ela conhece Noah, um garoto lindo que toca guitarra, e com quem ela parece ter muito em comum.  De repente, Penny percebe que está se apaixonando — e escreve sobre cada momento dessa história em seu blog, de maneira anônima. Só que Noah também tem um segredo, que ameaça arruinar o disfarce de Penny para sempre. Garota Online é um livro encantador, que traduz exatamente o que significa crescer e se apaixonar na era digital.

Só para começo de conversa, esse livro é tão gostoso e tem uma leitura tão fluida, que o li em um dia. Simples assim.
Iniciei a leitura sem esperar nada do livro. Pensei que seria uma leitura bem Gossip Girl, já que a protagonista mantém um blog de forma anônima e que não pertenço mais ao público alvo, já que o livro é bem adoles. Continue Reading

Livros/Frases

RESENHA: Capuleto

Livro: Capuleto
Autora: Bella Borges
Editora: Editora Kazuá
Páginas: 180
Ano: 2014

O livro Capuleto é um romance empenhado no propósito de tocar a alma daqueles que se dispuserem a empreender leitura desta singela história de amor. Mesmo sendo ambientada numa época antiga, sua comunicabilidade se mantém atual. Entre a impossibilidade do amor na mediação de tal sentimento pelas convenções e obrigações, tendo como principal inspiração Romeu e Julieta de Shakespeare, Capuleto é protagonizado por dois jovens inseridos em realidades dispares. Julieta Capuleto é uma bailarina talentosa dotada de admirável beleza e William é um jovem desengonçado e pobre, porém de um coração rico e abundante, e neste cenário calcado pela fantasia numa galeria de sentimentos nobres e enaltecedores, a romancista arremata assim sua trama que, galgando para além das descrições e diálogos comuns à prosa, nos expõem um lirismo apenas possível num mundo envolto em sonhos.

Gosto de livros leves, delicados e que falem de amor. Sou mesmo romântica e num mundo cada vez mais turbulento é sempre bom ler algo que nos faça sonhar e esquecer ainda que por alguns momentos um contexto social de crise e um noticiário violento. Isso aconteceu lendo o primeiro livro da Bella Borges, uma jovem escritora, hoje com 22 anos, mas que escreveu o romance aos 15 anos. Capuleto, editado pela Kazuá e publicado em 2015, é uma fanfic inspirada em Romeu e Julieta, de William Shakespeare. Continue Reading

Séries/Filmes

Dica de Filme: Her.

Eu tenho a grande tendência a assistir alguns filmes clássicos depois que TODO mundo já viu e sempre acho que é melhor não falar nada a respeito para não fazer papel de boba, mas acho que no caso desse filme, me rendo ao papel se isso fizer ao menos UMA pessoa que não tenha visto enfim assisti-lo. Dirigido e produzido por Spike Jonze – diretor maravilhoso de filmes que adoro – ganhou o Oscar e Globo de Ouro de melhor roteiro original, sendo estralado por Joaquin Phoenix e pela Scarlett Johansson (queridíssima, que não aparece no filme, porém vocês irão entender!), estreou no Brasil somente em fevereiro de 2014 e hoje faz parte da minha lista de filmes favoritos.

O filme retrata a história de Theodore, um escritor de maravilhosas cartas manuscritas, que divide seu tempo entre o trabalho, bad word ografia na internet, partidas de videogame, encontros com alguns amigos e lida com a melancolia de esquecer sua ex-esposa com quem manteve um longo relacionamento e estão em processo de separação. Até que um belo dia se rende a um novo sistema operacional para o seu computador – Samantha e acaba se apaixonando por ela.

Apesar de trabalhar num local especializado em produzir cartas escritas à mão, Theodore passa dias sem encostar sequer os dedos em algo ou alguém, fazendo praticamente toda sua rotina por comando de voz ou captação de movimentos, algo bem triste e sutilmente real hoje em dia, o que leva ele a flashbacks em sua época de casado onde havia bastante contato físico e muito brilho no seu dia. E é justamente por esse “buraco” deixando pela ex-esposa que ele instala Samantha, um software que é vendido em comercial com a função de escutar, entender, conhecer e aprender com a humanidade, tornando-se então a parceira ideal para ele, afinal quem não gostaria de uma pessoa ao lado exatamente “perfeita”?! 

Porém como programada para ter uma inteligência artificial perfeita, Samantha começa a simular/ter pensamentos e sentimentos cada vez mais reais, chegando rapidamente a desejar ser uma pessoa de verdade para o seu dono. E é exatamente ai que o filme te ganha com todo o roteiro e avalanche de pensamentos e sentimentos que ele gera em cada um de nós, nos fazendo questionarmos a si mesmo. Dentro desse liquidificador de sentimentos e ideias você pode tirar um apanhado de semelhanças com a própria realidade e vários pensamentos sobre porque somos e estamos desse jeito, viciados em tecnologia, imperfeitos, mas ainda cheios de amores por bilhetes feitos à mão. 

Grazi Livros/Frases

RESENHA: Amor à Segunda Vista

Título: Amor à Segunda Vista
Autor: Mhairi McFarlane
Editora: HarperCollins Brasil
Número de Páginas: 384
Ano de Publicação: 2015
Compre aqui: Americanas, SaraivaSubmarino

RESUMO: E se a pessoa de quem você mais fugiu no passado fosse agora de quem você precisasse? Anna era o patinho feio da escola, mas seguiu em frente e hoje, apesar de uma vida amorosa tragicômica, é feliz e realizada. Amor à segunda vista é sobre aceitar quem somos de verdade e ficar feliz com isso. Os leitores vão rir e lembrar que o mundo dá voltas, queridinha; afinal, tudo é possível, no amor e na vida.

Nossa protagonista, Aureliana Alessi, era a típica adolescente passível de sofrer bullying no colégio: esquisita, gordinha, cabelo indomável e italiana. Para piorar ainda mais as coisas, Aureliana se apaixona pelo cara mais popular da escola, já sabendo que jamais teria alguma chance com ele. Ocorre que, em uma apresentação da escola, o rapaz convida a garota para ser seu par e tudo parece nuvens para ela. Claro que ela é humilhada pelo rapaz e por todo o grupinho de populares. O que eles não sabiam, era o impacto que essa atitude teria na vida de Aureliana. Continue Reading